Aviso aos navegantes:

"Aqui a casa é ventilada, o coração é quente e as vontades têm a temperatura exata para os sonhos."
Fique à vontade, leve um pouco de mim, deixe um pouco de você. Comente!

Precisando muito de gestos sinceros ... espontâneos! 31.12.13


Nenhum amor precisa de palavras, mas apenas de gestos
De gestos que trespassem a pele e se alojem onde mais fazem falta
de gestos que aconcheguem,
acarinhem,
provenham,
alumiem, 
satisfaçam, 
alimentem, 
saciem

De gestos que iluminem e se iluminem
dentro e fora de nós!


(São Reis)

Feliz 2014 !!!!

RECEITA DE ANO NOVO
Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas 

nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

Tua hoje..

CARTA

(...)


Quanto a mim, dentro da minha rotina, tudo de mais imprevisível acontece sempre. Sou muito intensa na vida e percebo que eu movimento tudo ao meu redor porque vou ao encontro das surpresas, do novo, dos acontecimentos. Não tenho medo de experimentar.

Estava agora refletindo sobre isto: sobre a forma como as pessoas conduzem suas vidas e de como se permitem ou não experienciar, como julgam sem se preocupar em ver o outro feliz. Eu não passo por olhares de julgamento porque não os percebo. A cada dia sinto que meu coração tem um espaço maior, que meus horizontes são mais amplos, que minhas ideias e opiniões mudam o tempo todo e que nada do que é convencional me seduz tanto quanto o que é original, autêntico. Estava pensando sobre como me sinto feliz comigo, com esta consciência da minha existência no mundo, com a possibilidade de compartilhar riquezas e fragilidades com as pessoas.

Eu te leio e vejo tanta coisa que compreendo. E vejo que você me compreende também. Hoje, por exemplo, chove e faz frio. Estou em casa vendo filmes, fazendo comida, arrumando os livros e nunca estive tão feliz. Como nunca estive tão feliz ontem no trabalho ou almoçando com um amigo. Despertando uma paixão aqui, sendo rejeitada ou amada, enfim... vivendo com totalidade e sem dramatizar o que não é fácil, mas pode ser tornado simples. A SIMPLICIDADE, salva o coração de qualquer pessoa. E como eu tenho sido boa para mim! E como nós precisamos seguir nosso coração e sintonizá-lo com a nossa inteligência. E acreditar no melhor, mas estar preparado também para as dificuldades.

Eu só sei que tudo passa muito rápido e que a vontade de te ver novamente empurra o tempo para longe, mas que quando nos reencontrarmos será como se nunca tivéssemos nos separado. E aí, teremos também uma nova e linda paisagem nesta intensa viagem para dentro de nós dois. Talvez, um dos mergulhos mais bonitos.

Tua... hoje.

Marla de Queiroz

Milagres da vida! (*N)


Por mais milagres que eu peça
não há maior milagre que esse
ainda que eu pedisse ou quisesse
de ser nos teus olhos
e só nos teus olhos
que toda a minha vida

começa

(São Reis)

Ser feliz é...crer e ser grata.. ao Universo!


Somos magia, espanto e coragem.... sou forte!


A OUTRA METADE DE MIM... 02.12.13

A OUTRA METADE DE MIM

Tenho a certeza de te ter feito bem
de ter aninhado o teu peito
quando mais precisavas de consolo
de te ter ouvido quando mais ninguém o fez
de te ter sido chão e céu à vez
de te ter sido mar onde mergulhaste
ilha onde ancoraste
água onde te saciaste

Tenho a certeza de te ter engrandecido
de te ter ajudado a teres sonhos nobres
de te ter tornado mais justa
de te ter feito olhar os pobres
com os olhos da justiça e não da piedade

Tenho a certeza de que muitas vezes adormeceste
porque eu estava lá
Não fora eu e chorarias a noite inteira
olhando a foto de quem te renegou

Tenho a certeza que algum bem te fiz
e se melhor não te tornei
ajudei-te com certeza a seres mais feliz

Mas não quero que me agradeças
Quero apenas que não esqueças
que ninguém nos merece mais
que nós mesmos...

É para isso que servem as almas
para sorrirmos a cada tombo
e a não sucumbir a cada desgosto
para alavancarmos um passo adiante de um outro
e a termos essa doce loucura
de estarmos vivos
estampada no rosto!

(São Reis)